por Nathalia Marangoni em 21 de Junho, 2017
11 min read

A vida selvagem da África nunca vai deixar de te surpreender, não importa se você é novato ou especialista em safáris. Grande parte da magia acontece dentro dos parques nacionais, onde há uma mistura de encontros emocionantes com animais, paisagens magníficas e experiências para a vida toda.

Cada um dos 12 parques listados a seguir é único e oferece algo diferente comparado ao próximo, seja canoagem em meio a crocodilos, caminhadas em áreas habitadas por gorilas ou observação de leopardos. Suponho que a elementar questão a partir deste post seja: em qual destes parques ir primeiro?

* Artigo publicado originalmente em inglês por Matthew Sterne

1. Etosha National Park, Namíbia

festa da vida selvagem no parque nacional etosha

Um dos maiores parques nacionais do mundo, o Etosha fica no norte da Namíbia e possui um deserto de sal conhecido como Etosha Pan, área de cerca de de 5.000 km² que antigamente abrigava um mar interior. O cenário deslumbrante do Etosha é ideal para contemplar a vida selvagem em buracos d’água, devido a sua paisagem aberta e árida.

briga entre dois órixes macho em etosha

Etosha é o lar de alguns animais selvagens raros e incomuns, bem como os Big 5, acomodando os elefantes mais altos do continente. O parque também é habitado por centenas de mamíferos, aves e répteis, incluindo espécies ameaçadas e em extinção, como o rinoceronte-preto.

zebras no etosha

O inverno (de abril a outubro) é a época ideal para a visualização de animais, já que a vegetação é escassa, o clima é mais acolhedor e os animais se reúnem em buracos de água para matar a sede.

2. Serengeti National Park, Tanzânia

migração dos gnus

Estendendo-se por 1,5 milhões de hectares de terra, o Parque Nacional do Serengeti é famoso por sua enorme concentração de vida selvagem, planícies sem fim e, claro, a migração anual dos gnus.

O nome “Serengeti” vem de palavra usada pela tribo Maasai para descrever a área, siringet, que significa “o lugar onde a terra se estende para sempre”. Como se não fosse o suficiente, as planícies sem fim do parque nacional ostentam o mais antigo ecossistema o planeta.

leão de juba negra

O Serengeti abriga grandes felinos. Os leões estão por todos os cantos- considera-se que o Serengeti abriga a maior população deste animal na África. Cheetas são muito comuns nas planícies do sudeste, enquanto os leopardos podem ser encontrados freqüentemente em uma das grandes árvores ao longo do rio Seronera.

planícies do serengeti

Muita ação pode ser vista perto de rios e poços de água muitíssimo bem frequentados por diversas espécies animais. Além de ser lar de hipopótamos e crocodilos, a borda da água é uma posição privilegiada para ver a natureza se desdobrar – seja simplesmente para ver elefantes escaparem do do calor do meio-dia ou leões e crocodilos competirem por fontes de comida.

3. Kruger National Park, África do Sul

leopardo ataca cervo em mala mala

Foto: Mala Mala

Situado no norte da África do Sul, o Kruger é um dos grandes parques nacionais do mundo e o maior e mais antigo parque nacional do país. Cobrindo uma área de mais de 20 mil quilômetros quadrados, o Kruger excede o tamanho do País de Gales.

A diversidade, a densidade eo grande número de animais são quase incomparáveis, e todas as espécies icônicas de safari de África prosperam aqui junto com outros 137 mamíferos e mais de 500 variedades de pássaros. Também é considerado o melhor lugar do mundo para avistar leopardos.

jantar às margens do rio em lions sands

Foto: Lion Sands

São os lodges no Kruger que realmente elevam a experiência no parque nacional. Guias altamente qualificados, cozinha requintada e um serviço expecial são marca registrada das hospedagens. Pense em jantares privados sob as estrelas, chalés românticos com piscinas de mergulho privativas, decks de suspensão de luxo construídos em árvores e todos os caprichos possíveis e inimagináveis.

4. Mahale Mountains National Park, Tanzânia

chimpanzé na floresta

Foto: Greystoke

Situado no extremo oeste da Tanzânia, nas margens do Lago Tanganyika, Mahale possui a melhor exibição de chimpanzés na África – cerca de 1.700 chimpanzés vivem na área. O ponto focal para os visitantes é o grupo “M” de 60 pessoas, que tem sido objeto de pesquisa há mais de quatro décadas. Curiosamente, Mahale é o único lugar no mundo onde chimpanzés e leões vivem um ao lado do outro.

vista do Mahale Lodge

Foto: Greystoke

Além de proporcionar encontros próximos com chimpanzés, Mahale é absolutamente deslumbrante. As montanhas floridas descem até a costa do lago, o pico coberto de névoa do Monte Nkungwe eleva-se ao fundo e águas cristalinas repletas de peixes se debatem contra enseadas de areia branca.

chimpanzé relaxando

Outra característica incomum do parque é que é um dos poucos na África que deve ser experimentado a pé. Não há estradas ou outras infra-estruturas dentro de seus limites, e a única maneira de entrar e sair dele é através do barco no lago.

5. Moremi Game Reserve, Botsuana

elefantes na água

Cobrindo um terço do Delta do Okavango, Moremi é uma das melhores reservas de vida selvagem da África. Consiste em uma rede de vias navegáveis ​​em torno de duas grandes ilhas; a icônica Chiefs Island no oeste e Mopane Tongue no leste. Em 2008, foi eleita a “melhor reserva de animais na África” ​​pela Associação Africana de Viagens e Turismo, sendo também a primeira reserva no continente a ser estabelecida por moradores locais.

leões deitados

A paisagem surpreendentemente única da reserva – que vai desde florestas ribeirinhas e pântanos até savanas e áreas úmidas, marcadas por ilhas de palmeiras – oferece aos visitantes uma vista maravilhosa. Os bushmen locais de BaSarwa também residem na área, proporcionando uma vivência íntima de seu estilo de vida tradicional.

vista de botsuana

As sinuosas vias navegáveis ​​do Delta são destaque na experiência em Moremi, favorecendo safáris de barco e passeios tradicionais de mokoro. Os hóspedes podem também explorar a terra tanto por veículos de safári como a pé, na companhia de um guia.

6. South Luangwa National Park, Zâmbia

elefante na recepção do mfuwe lodge

Foto: Mfuwe Lodge

O Parque Nacional South Luangwa situa-se no leste da Zâmbia, no Vale de Luangwa, no final do grande Rift Valley. Sua localização remota e o número relativamente pequeno de visitantes proporciona um paraíso intacto para a vida selvagem e visualização de animais, muito mais exclusivo do que algumas das reservas mais famosas do sul da África.

safári a pé com girafa

Foto: Mfuwe Lodge

South Luangwa é o berço dos safáris a pé e também a melhor maneira de vivenciar a mata africana. Em safáris a pé, você é acompanhado por um guia experiente, e encontra animais selvagens ao longo do caminho. Você pode escolher entre uma trilha de um dia ou uma caminhada de uma semana, dormindo sob as estrelas em acampamentos móveis, armados em localizações diferentes a cada noite.

leopardo na zâmbia

Foto: Mfuwe Lodge

Por suas paisagens, variedade e densidade de animais, o Parque Nacional South Luangwa está entre os melhores da África. Impalas, pukus, waterbucks, girafas e búfalos vagam pelas planícies abertas, os leopardos caçam nas florestas densas, os rebanhos de elefantes atravessam os pântanos, e os hipopótamos ruminam serenamente no Nile Cabbage. O número de aves também é abundante: há cerca de 400 espécies registradas.

7. Bwindi Impenetrable Forest, Uganda

gorila bebê com a família

Lar de quase metade dos gorilas de montanha que restam no mundo, o Parque Nacional Bwindi Impenetrable é Patrimônio Mundial e certamente um dos lugares mais especiais da África. Situado em uma íngrime floresta montanhosa, o parque abriga cerca de 360 gorilas criticamente ameaçados de extinção.

A impenetrável floresta é uma das áreas mais biologicamente diversas da Terra e um dos habitats mais antigos da África, já que prosperou até a última Era do Gelo, quando a maioria das outras florestas da África desapareceu.

riacho em meio a uma floresta

Contém 120 espécies de mamíferos – mais que os outros parques nacionais de Uganda -, embora os avistamentos sejam menos comuns devido à densa floresta. Os visitantes de sorte podem ver elefantes da floresta, 11 espécies de primatas, bâmbis, imbabalas, gatos-dourados-africanos e o raro porco-gigante-da-floresta.

8. Amboseli National Park, Quênia

elefante em frente ao Monte Kilimanjaro

O Amboseli concede a seus visitantes uma das atrações mais emblemáticas da África – elefantes com grandes chifres caminhando com um plano de fundo com as melhores vistas do Monte Kilimanjaro. Ainda que a mais alta montanha independente de cordilheiras do mundo esteja do outro lado da fronteira na Tanzânia, Amboseli garante a visão mais perfeita de seus picos nevados.

 

O nome “Amboseli” tem origem de uma palavra Maasai que significa “pó salgado”, e é um dos melhores lugares da África para ver grandes manadas de elefantes de perto. Os amantes da natureza podem explorar cinco habitats diferentes, desde o leito seco do lago Amboseli, zonas úmidas com fontes de enxofre, savana e florestas. Viajantes interessados em busca de uma imersão cultural podem visitar a comunidade Maasai local que vive ao redor do parque.

9. Mana Pools National Park, Zimbábue

vista aérea de Mana Pools

Foto: Ruckomechi Camp

Se você está à procura de uma experiência autêntica em áreas intocadas da África, o Mana Pools National Park é o lugar para você. É rústico, é lindo e não é para os fracos de coração.

elefante subindo em árvore em Mana Pools

O parque atrai uma série de grandes animais em busca de água, tornando-se uma das regiões mais famosas para visualização de vida selvagem da África. Este Patrimônio Mundial da UNESCO possui a maior concentração de hipopótamos e crocodilos do Zimbábue, bem como grandes populações de elefantes e búfalos durante a época de seca.

canoagem em Zambezi perto de elefantes

Foto: Ruckomechi Camp

Outros animais podem ser vistos regularmente nas bordas do rio, como elandes, impalas, inhacosos, babuínos, macacos, zebras e javalis-africanos. Esses animais saem para comer as frutas Albida que caem da árvore que é símbolo do Mana Pools.

10. Andasibe-Mantadia National Park, Madagascar

lêmures meditando em um telhado

Como em nenhum outro lugar da Terra, a magia de Madagascar deixa uma impressão vívida em todos aqueles que o visitam. É a ilha mais antiga do mundo e 5% de todas as espécies conhecidas de animais e plantas podem ser encontradas aqui e apenas aqui. É como um outro planeta – lar de árvores estranhas e bulbosas e animais encantadores e dançantes. O Andasibe-Mantadia National Park é o melhor lugar para ver a vida selvagem fascinante de Madagascar e seus moradores mais famosos, os lêmures.

camaleão em Madagascar

É também o parque tropical mais acessível de Madagascar. É famoso pelo Indri, o maior lemur do mundo e a estrela Andasibe-Mantadia. Por ser um parque pequeno, pode ser explorado em caminhadas curtas, inclusive para dois pequenos lagos, Lac Vert (Lago Verde) e Lac Rouge (Red Lake).

família de lemur

O melhor momento para ver indris é no início da manhã, das 7h às 11h. O parque também é conhecido por sua biodiversidade de outras espécies de lemur (há outras 11 espécies), aves, répteis e anfíbios.

11. Kibale Forest National Park, Uganda

chimpanzé olhando para cima na floresta de Kibale

O Kibale Forest National Park é uma floresta tropical exuberante no sul de Uganda, com a maior densidade de primatas da África. É também o segundo melhor lugar do mundo, depois de Mahale, para rastrear chimpanzés selvagens, com cinco grupos habituados ao contato humano. É o lar de 13 espécies de primatas, entre eles o macaco colobus vermelho, que está em perigo de extinção, e o incomum Monkey de L’Hoest, uma espécie de macaco do Velho Mundo.

leopardo em uma árvore

Um grande corredor de vida selvagem liga Kibale ao Queen Elizabeth National Park, onde os rebanhos de elefantes africanos vagam livremente entre os dois santuários. Enquanto a abundância de primatas do parque é, sem dúvida, sua principal atração, Kibale é também o lar de outros animais, como leopardo, búfalo, bâmbi e porco-do-mato-africano.

close up de um chimpanzé

Os amantes dos pássaros ficarão hipnotizados pelas 325 espécies de pássaros registradas do parque e um dia difícil de explorar é melhor compensado com uma xícara de café feita dos frutos da árvore de Café Robusta do parque, que abriga também 250 espécies de borboletas.

12. Hwange National Park, Zimbábue

cachorros selvagens em um campo na áfrica

O Hwange National Park é o maior, e alguns dizem, a melhor reserva de vida selvagem no Zimbábue. Por sua grandeza, é um parque excepcionalmente diversificado com terrenos que vão de áreas semi-desérticas no sul a florestas, colinas de granito e vales de mopane no norte.

safári à pé na áfrica

O parque é repleto de vida selvagem e abriga mais de 100 espécies de mamíferos, incluindo leões, leopardos, chitas, hienas, cachorros selvagens e rinocerontes.

bebê elefante correndo

Hwange é mais conhecida por seus elefantes e tem uma das maiores populações do mundo, com cerca de 40.000 deles. O maior número de animais são vistos na época de seca (de agosto a outubro) quando a vida selvagem se reúne em torno dos encolhidos buracos de água.