por Amarilio Neto em 18 Setembro, 2017
4 min read

Os sul-africanos usam umas palavras bem estranhas, mas será que isso é realmente uma surpresa quando o país abriga 11 linguais oficiais? Esta quantidade impressionante traz consigo a sua própria coleção de palavras e gírias sul-africanas que evoluíram e metamorfosearam com o tempo e com a diversidade dentro da nação. Se você é um cidadão sul-africano nascido e criado ou um visitante desse vibrante país, provavelmente você ouvirá muitas palavras novas, estranhas e maravilhosas quando você se encontrar com os Saffas (como eles gostam de se chamar) de diferentes províncias e origens.

Vamos resumir: a língua mais falada na África do Sul é o Zulu (22,7%), seguido por Xhosa (16%), Africâner (13,5%), Inglês (9,6%), Sotho do Norte (9,1%), Tswana ( 8%), Sotho (7,6%), Tsonga (4,5%), Swazi (2,5%), Venda (2,4%) e Ndebele (2,1%).

(o mapa mostra as línguas locais dominantes na SA com base nos dados do recenseamento de 2011)

Embora a variedade de gírias na África do Sul seja praticamente infinita, compilamos uma lista útil dos termos mais usados. Confiram ai:

Howzit

Vamos começar com uma saudação. Esta saudação amigável é uma palavra que é usada no dia a dia por todos. Embora seja uma forma informal do “HOW IS IT?” (como é?), A maioria dos sul-africanos não responde como se fosse uma pergunta. Se for seguido por “my bru”, trona-se uma completa saudação sul-africana. Então, na próxima vez que você ouvir “howzit” não se preocupe ou se espante, alguém está simplesmente dizendo olá.

Aweh

Outra saudação expressiva, “Awe” ou “Aweh” que não significa apenas ‘hello’. Esta palavra é útil para usar quando você está de acordo com alguém ou aprovando algo. Você também pode estar animado sobre algo divertido chegando, por exemplo, “aweh, another public holiday!” (Aweh, mais um feriado!)

Robot

Este próximo pode ser uma pequena surpresa. Na África do Sul, não chamamos os semáforos pelo nome oficial. É muito longo e não imaginativo o suficiente para nossos propósitos. Em vez disso, gostamos de imaginá-los como sendo “robôs”. Essa nomeação peculiar é bastante divertida para os turistas.

Bakkie

Então, quando você ouvir ” turn right at the next robot – vire à direita no próximo robô”, não procure uma réplica do R2-D2 – simplesmente vire à direita no próximo semáforo. Em uma nota similar, uma caminhonete na África do Sul não existe. Em seu lugar existe um ‘bakkie’. Na próxima vez que alguém lhe pedir para “follow that blue bakkie that turned left ath the robot – siga o bakkie azul entrou no robot à esquerda “, tente não se perder.

Braai

O emblemático braai sul-africano é definitivamente algo a ser visto, mas primeiro vamos esclarecer qualquer confusão que os estrangeiros possam ter sobre um braai.

Um “braai” não deve ser comparado a um churrasco. É muito mais avançado, de fato, e o conjunto de habilidades exigido para o braai é muito superior as necessárias para um churrasco. Muitas vezes, as pessoas se referem ao conceito de “bring en braai”, onde os convidados trazem sua própria carne, que finalmente deixa o anfitrião com comida suficiente para ele planejar o próximo. Expressões típicas como “Yoh!” “Sho!” Ou “Lekker” também podem ser ouvidas nessas noites, expressando choque, surpresa ou puro prazer. “Yoh, this boerewors is lekker!” Traduz-se para “Uau, esta salsicha é saborosa!”

Placa Names

Durbs está em sua lista de lugares a ir? How about PE ? (E PE?) Or a night in Jozi? (Uma noite em Jozi?) Se essas palavras encurtadas criarem uma pequena confusão para você, é hora de alongá-las antes de você acabar na área errada. “Durbs” é o termo de carinho para Durban, da mesma forma que “Jozi” é para Joanesburgo. “PE” é a abreviatura de Port Elizabeth e KZN é abreviação de KwaZulu-Natal. Agora, já tem conhecimento para não se perder!

Babelaas

“Babelaas”, a palavra maravilhosamente borbulhante para ‘ressaca’ geralmente é mencionada várias horas depois da palavra ‘jol’ (palavra para ‘festa’). Quando “jolling” é dito , muitas vezes é seguido por “babelaas”. Por exemplo, ” Sho! Last night’s jol left me with a serious babelaas  – Sho! A festa da noite passada me deixou com uma séria ressaca!”, que ainda pode ser seguida por uma sobrancelha levantada e intrigada” izzit? “. Esta resposta local também pode ser ouvida de vez em quando e é a contração final de “is that so? – isso é assim?” Ou “oh, really – oh, realmente?”

Eish

Por último, mas não menos importante, é uma palavra cheia de energia: “Eish!”. Provavelmente a mais difícil de explicar, esta palavra pode ser usada em praticamente qualquer contexto, e dependendo desse contexto o significado muda, podendo expressar desgosto ou alegria por exemplo. “Eish” fica na ponta das línguas sul-africanas.