por Amarilio Neto em 13 Outubro, 2017
3 min read

Sabemos o quão bonito é o continente africano, mas nada nos dá mais emoção do que ver outras pessoas que também o apreciam. Condé Nast Traveler lançou recentemente a lista dos 40 países mais bonitos do mundo, e quatro países da África Subsaariana apareceram nesta lista — não nos surpreendemos. Leia abaixo para descobrir que países são esses!

Região dos Vinhos, África do Sul

Região dos Vinhos, África do Sul

Tanzânia

As principais atracões da Tanzânia são, sem dúvida, a Grande Migração dos Grandes Gnus no Serengueti e a montanha mais alta do continente, o Monte Kilimanjaro.

A Grande Migração, Parque Nacional do Serengueti

A Grande Migração, Parque Nacional do Serengueti

Dito isto, esse país mágico tem muito mais a oferecer do que apenas essas duas atrações, apesar de serem monumentais. Outros destinos imperdíveis incluem visitar a Cratera de Ngorongoro (a única intacta do mundo) e as águas cristalinas de Zanzibar.

Arquipélago de Zanzibar

Arquipélago de Zanzibar

Este país da África Oriental alcançou a posição de número 8 dos 40, de acordo com Condé Nast.

Quénia

Vizinho da Tanzânia, seu antecessor na lista, e com a Grande Migração que se desloca pela fronteira para a região  Mara em certas épocas do ano, é natural que o Quênia também esteja nesta lista.

Passeio de balão pela região do Maasai Mara

Passeio de balão pela região do Maasai Mara

As pastagens altas, a incrível vida selvagem inspiraram muitas férias de safari – e um dos livros mais famosos (e filmes) sobre o continente: “Out of Africa” . O Quênia entra em 15º na lista da Condé Nast.

Céu turbulento em Mara, Quênia

Mara, Quênia

África do Sul

Realmente uma terra de contrastes, a África do Sul é um país que tem tudo (incluindo nós – você sabia que a H Rhino Africa é baseada aqui?) Um destino de férias que foi feito para um feriado combinado, seja safari e litoral ou a uma cosmopiolita cidade.

Lodge em reserva privada no Kruger Park

Lodge em reserva privada no Kruger Park

Há o Kruger e os Big 5, KwaZulu-Natal e suas praias, Cape Town e a Table Mountain, o Cabo Ocidental e sua Rota Jardim e a Região de vinhos, o Cabo Oriental e suas reservas isentas de malária, o Drakensberg e seus picos. Precisamos continuar? África do Sul faz está na lista de Condé Nast na posição 23º.

Kynsna, Rota Jardim

Kynsna, Rota Jardim

Namíbia

Sua linda costa carregada de névoa serviu de cemitério para os navios, ganhando o nome, a Costa do esqueleto, enquanto as dunas de areais queimadas são algumas das mais altas da terra.

Costa do Esqueleto, Namíbia

Costa do Esqueleto, Namíbia

A Namíbia e suas atrações naturais são surpreendentes em sua diversidade e tem atraídos por cada vez mais novos desbravadores. Apaixonar-se por sua vida selvagem única em Etosha e a linda Caprivi não é algo difícil.

Deserto da Namíbia

Deserto da Namíbia

Passeie pelo Makgadkgadi e encontre animais únicos adaptados ao deserto no Damaraland. Dramática e inspiradora em sua vastidão, a Namíbia é um lugar como nenhum outro na terra e obtém a aprovação da Condé Nast no número 38.

Sossusvlei, Parque Nacional Namib-Naukluft, Namíbia

Sossusvlei, Parque Nacional Namib-Naukluft, Namíbia

Você já esteve em algum desses destinos incríveis, se sim, para onde você foi? Conte-nos na seção de comentários abaixo!

E para saber mais sobre esses destinos e comecar a planejar sua viagem ao continente africano, entre em contato com nossos consultores especialista.