por Nathalia Marangoni em 3 Setembro, 2018
7 min read

Existem muitos motivos para visitar as Cataratas Vitória, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbábue, sobre o rio Zambeze. Medindo 1.600 metros de largura e com uma queda que atinge a altura de 108 metros, as cataratas integram a lista das sete maravilhas naturais do mundo e foram classificadas como um Patrimônio Mundial da UNESCO.

Além de oferecer uma ampla variedade de atividades, como bungee jumping entre dois países, rafting em corredeiras de nível 5, caminhadas com rinocerontes e emocionantes voos de ultraleves, a região das cataratas também convidam seus visitantes a excursões culturais riquíssimas, englobando visitas a mercados locais e aos povoados circundantes.

Quer você a contemple as cataratas de cima, de seus arredores ou mesmo a partir de suas águas, você terá uma experiência fascinante durante sua jornada pela região. Abaixo, compartilhamos algumas dicas de viagem e respondemos perguntas cruciais na hora de planejar a sua viagem para as Cataratas Vitória.

Zâmbia ou Zimbábue: que lado escolher para explorar as Cataratas Vitória?

Devil's Pool, ou Piscina do Diabo

Devil’s Pool, ou Piscina do Diabo, é ideal para os amantes da adrenalina. Foto: Michael Baynes via Getty Images

O rio Zambeze forma a fronteira entre o Zimbabué e a Zâmbia e é ele que flui por cima das Cataratas Vitória e cai 108 metros desfiladeiro abaixo. Atravessar os dois lados não é um simples caminhar por uma ponte: você precisa cruzar a fronteira, ter seu passaporte carimbado e decidir entre um dos lados.

O Zimbábue fica no lado sul do rio, assim como a cidade de Victoria Falls, que fica bem na beira das quedas. A cidade conta com áreas comerciais, mercados, cafés e restaurantes, o que adiciona mais atividades à sua lista. Há uma variedade de hotéis que têm vista para o lado permanente das cataratas conhecido como Catarata do Diabo, ou seja, em qualquer época do ano você poderá desfrutar de belas vistas das quedas no lado zimbabuano, o que não é garantido no lado zambiano.

Do lado da Zâmbia, a cidade de Livingstone está a cerca de 20 km das Cataratas. Se você de hospedar por lá, provavelmente vai ficar em um resort e desfrutar de suas refeições por aquela região. Por isso, pode ser mais interessante ficar na cidade de Victoria Falls, no Zimbábue. Ou, uma ótima alternativa é ficar em uma das incríveis hospedagens à beira do Zambeze, no lado da Zâmbia.

Durante a época seca, a água seca completamente do lado da Zâmbia, por isso, recomendamos voos de helicóptero ou ultraleve para ver as quedas. Lembre-se de que visitar a Ilha Livingstone e a Piscina do Diabo são atividades exclusivas nesta região e só podem ser feitas durante este período do ano e, por isso, uma viagem ao lado zambiano não deve ser descartada.

Qual é a melhor época do ano para viajar para as Cataratas Vitória?

Entender como os níveis de água das cataratas afeterão a sua viagem e expectativas é essencial durante o planejamento de sua aventura

Entender como os níveis de água das cataratas afeterão a sua viagem e expectativas é essencial durante o planejamento de sua aventura. Foto: Simon Watson

A primeira coisa que você precisa saber sobre as Cataratas Vitória é que o seu nível d’água muda drasticamente ao longo do ano, o que impacta a oferta de passeios e atividades na região. A temporada de chuvas acontece de fevereiro a junho e, se optar por uma viagem neste período, você verá as cataratas em seu auge, esbanjando um grande volume de água. Uma visão certamente inesquecível! Tenha em mente que, devido à grande quantidade de água e borrifos, é difícil ver as quedas de perto durante este período.

Durante a época seca – que ocorre de setembro a janeiro – as cataratas, embora não tão épicas, ainda proporcionarão experiências das quais vocês jamais esquecerá. E há muito o que fazer especificamente nesta época do ano. Por exemplo, apenas durante este período você pode visitar a Ilha Livingstone e a famosa Piscina do Diabo, uma piscina natural formada à margem das quedas d’água, ideal para viajantes mais aventureiros. Da mesma forma, o rafting, pelo qual as cataratas são famosas, só pode ser realizado nesta época.

Em poucas palavras, vale a pena visitar as Cataratas Vitória em qualquer época do ano, mas as diferentes estações oferecem diferentes experiências. Outra coisa a ter em mente é que outubro é o mês mais quente do ano. As temperaturas podem subir acima de 40°C.

O que levar na mochila pra uma viagem às Cataratas Vitória?

Cataratas Vitória, localizada no rio Zambeze, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabué

Cataratas Vitória, localizada no rio Zambeze, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabué

Uma câmera é um item obrigatório para a sua viagem, no entanto, já lhe avisamos: será difícil capturar a magnitude das cataratas. No entanto, acontença o que acontecer, você terá incrívels lembranças desta viagem caso decida documentá-la. Em um nível prático, você realmente não têm noção de o quão molhado (a) viocê ficará ao andar nos arredores das cataratas. Quando o rio está em seu nível máximo, você pode ser atingido por borrifos, uma experiência bastante emocionate e úmida. As GoPros são ótimas para esse tipo de viagem, pois são à prova d’água e não serão danificadas.

É uma boa ideia levar uma capa de chuva de plástico para manter você e sua câmera secos. Mesmo com uma capa, você vai ficar ensopado, então leve também uma toalha e uma muda de roupas. Sua hospedagem ou hotel deve fornecer guarda-chuvas ou ponchos para garantir que você esteja devidamente preparado.

Se visitar as cataratas durante a época seca, você terá a oportunidade de visitar a Ilha Livingstone no topo das cachoeiras ou mesmo nadar na Piscina do Diabo. Por isso, lembre-se de usar calçados apropriados para caminhar sobre rochas e um traje de banho.

É possível fazer safáris na região das Cataratas Vitória?

Safári a pé em Hwange, no Zimbábue

Safáris a pé no Parque Nacional Hwange são excelentes formas de explorar e observar sua vasta vida selvagem

Sim, é possível! E há uma variedade de experiências de safári em oferta perto das cataratas. Você verá muitos animais – como zebras, elefantes e rinocerontes – no vinho Parque Nacional Mosi oa Tunya e no Parque Nacional Zambeze. Mas eles não são destinos principais, pois não contam com os “Big 5”. No entanto, há algumas atividades exclusivas, como caminhadas com rinocerontes, ótimos passeios diurnos. Se você é apaixonado por observação de aves, a região tem muito a oferecer.

Par um safári mais autêntico com os “Big 5”, existem duas opções. Os visitantes podem escolher entre o Parque Nacional Hwange, no Zimbábue, que fica a três horas de distância, ou o Parque Nacional Chobe, em Botsuana, que fica a duas horas de distância. Hwange é o maior parque nacional do Zimbábue e é abundante em vida selvagem, assim como Chobe, notório por suas imensas populações de elefantes.

É necessário se prevenir contra a malária nas Cataratas Vitória?

Cataratas Vitória vistas de cima

Cataratas Vitória vistas de cima

Sim, é necessário. As cataratas ficam no meio de uma zona de malária na África, portanto, há sempre um risco de contraí-la. Você precisa estar preparado e tomar as precauções necessárias em todas as épocas do ano. Naturalmente, estar tão perto da água significa que os mosquitos são abundantes, então use bastante repelente.

Para mais informações, nós encorajamos você a falar com um profissional de saúde que será capaz de responder a quaisquer perguntas que você possa ter. Não deixe de ler nosso artigo sobre malária na África.

E como você já deve saber, as Cataratas Vitória são a capital da aventura na África e, por isso, é uma boa ideia trazer roupas confortáveis para a prática de esportes: shorts, bonés e tênis são sempre bem-vindos. Não esqueça do protetor solar!