por Amarilio Neto em 17 Julho, 2017
4 min read

Se você acompanha o blog da Rhino Africa, já deve saber que o termo “Big 5” da África foi criado no passado para se referir aos animais mais perigosos do mundo a serem encontrados a pé. São eles: leão, leopardo, búfalo, rinoceronte e elefante. No entanto, engana-se quem pensa que os únicos “Big 5” a serem encontrados na África são terrestres: por aqui, há também os “Big 5” marinhos!

O termo em inglês “marine Big 5” originou-se na África do Sul, mais precisamente num vilarejo de pescadores chamado Gansbaai, cuja faixa litolerânea é tão prolífica em vida marinha, que foi considerada o “Serengeti dos oceanos”. A vida marinha local é protagonizada pelos aclamados “cinco grandes” do oceano. Conheça cada membro do grupo navegando a seguir:

Baleia-franca-austral

A baleia-franca-austral dando um show na costa sul-africana

A baleia-franca-austral costuma visitar o litoral sul-africano entre os meses de junho e novembro

Por serem os maiores animais da Terra, é natural que as baleias façam parte desta lista. Diferentes espécies de baleias podem ser vistas no litoral de Gansbaai:

  • a baleia-de-bryde, que é a única que reside durante todo o ano no litoral sul-africano. É considerada a mais tímida entre elas, por seus longos mergulhos;
  • a baleia-jubarte, que visita Gansbaai entre maio e novembro e é conhecida por interagir com outras espécies marinhas;
  • a baleia-franca-austral, que durante o ano abandona as águas gélidas da Antártida e parte rumo ao litoral do hemisfério sul, com a finalidade de desfrutar de condições climáticas mais agradáveis para acasalar e ter filhotes.

A chamada temporada de baleias, que acontece durante o período de visitas da baleia-franca-austral à costa sul-africana – entre junho e novembro – atrai uma série de turistas à Rota das Baleias. Esta faixa litorânea inclui baías diversas ao longo da Rota Jardim, começando na Cidade do Cabo e passando por cidadezinhas charmosas como Betty’s Bay, Kleinmond, Hermanus, Pringle Bay e Standford.

Tubarão-branco

Foto: Hermanus Backpackers

Tubarão-branco é um caçador bastante seletivo, contrariando o imaginário popular. Foto: Hermanus Backpackers

A África do Sul é um dos melhores lugares do mundo para ver grandes tubarões-brancos. É aqui, em lugares como Simon’s Town, Gansbaai e Mosselbaai, que os visitantes podem ter a emoção de ver de perto essas magníficas criaturas.

O grande tubarão-branco pode ser encontrado nas águas costeiras de todos os principais oceanos. Diferentemente do que o filme “Tubarão” de Steven Spielberg possa ter lhe feito acreditar, eles não são assassinos irracionais. Na verdade, são caçadores altamente seletivos, alimentando-se de uma variedade de peixes, focas e até golfinhos. Uma pesquisa recente sugere que existem apenas entre 5.000 e 10.000 grandes tubarões-brancos em nossos oceanos.

Lobos-marinhos-sul-africanos

Sim, os lobos-marinhos-sul-africanos integram os "Big 5" marinhos

Sim, os lobos-marinhos-sul-africanos integram os “Big 5” marinhos

Os lobos-marinhos-sul-africanos são endêmicos da Namíbia e da África do Sul, com quase 2 milhões chamando nossos mares de lar. Eles são mamíferos, como nós, o que significa que eles dão à luz e alimentam seus filhotes com leite. Um fato interessante: os lobos-marinhos-sul-africanos podem dormir debaixo d’água. Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia e da Universidade de Toronto aponta que durante seu “sono subaquático”, a metade esquerda de seu cérebro adormece, enquanto o lado direito permanece acordado. Ou seja, a parte acordada concentra-se em emergir à superfície para respirar.

Pinguins-africanos

Pinguins-africanos podem parecer desajeitados quando em terra, mas são nadadores habilidosos

Pinguins-africanos podem parecer desajeitados quando em terra, mas são nadadores habilidosos.

Talvez o membro mais surpreendente dos “Big 5” marinhos, o pinguim-africano é desajeitado em terra, mas extremamente habilidoso no mar, podendo ser encontrado ao longo da costa sudoeste da África. Eles são soberbamente projetados para a vida marinha  com a capacidade de nadar a velocidades de até 20 km/h quando perseguindo peixes.

O pinguim-africano é uma espécie em extinção. Durante a década de 1900, a colheita de ovos de pinguim e guano quase exterminou toda a população.

Golfinhos

Centenas de golfinhos são comumente vistos em nossas praias (como a do vídeo acima) e são uma das atrações mais emocionantes do oceano. Existem quase 10 espécies de golfinhos na costa sul-africana (e ainda mais espécies de baleias – algumas delas muito semelhantes a golfinhos). É provável que os golfinhos que você verá durante sua passagem por aqui sejam os que nadam perto da costa, geralmente surfando nas ondas. Estes incluem o famoso golfinho-nariz-de-garrafa, o belo golfinho-comum-de-bico-curto e o tímido golfinho-corcunda.

Agora que já sabes quem são os “Big 5” marinhos, que tal vir conhecê-los pessoalmente? Entre em contato com nossos consultores de viagem e saiba mais detalhes sobre como e onde vê-los.

Texto adaptado do original em inglês por Matthew Sterne