por Nathalia Marangoni em 5 Fevereiro, 2019
8 min read

Quem pode resistir a uma história de amor iniciada durante um pôr do sol, sob as estrelas ou simplesmente em algum lugar tão selvagem e remoto que só admiração e felicidade podem seguir? A África é um grande palco onde os maiores espetáculos da natureza acontecem em lugares tão bonitos que você mal consegue acreditar que eles são reais. Não importa quão experiente você seja como viajante, quão cínico e cansado do mundo, esses sete destinos não deixarão de despertar algo oculto e, em muitos casos, fazer você se apaixonar pela África.

Cidade do Cabo

One of the many spectacular beaches in Cape Town
Photo credit: Simon Watson

Há uma razão pela qual a Cidade do Cabo está sempre na ponta da língua dos turistas. Primeiramente, é praticamente impossível se aventurar na região sul do continente sem visitar a “Cidade Mãe” da África do Sul. Uma cidade portuária situada em uma península, que ostenta uma icônica montanha plana, uma região de tirar o fôlego de vales produtores de vinho e praias que são um sonho para os amantes do lazer e dos esportes aquáticos, a Cidade do Cabo tem tanto a oferecer que pode ser difícil desfrutar de tudo o que ela tem de melhor em uma só viagem. Pontos de referência como a Robben Island, calçações animados repletos de casas noturnas e bares, restaurantes premiados espalhados por todo o lado, reservas naturais facilment acessíveis… quem na Terra poderia resistir à essa cidade?

A irresistível Chapmans Peak Drive na Cidade do Cabo

A irresistível Chapmans Peak Drive. Crédito da foto: Love Cape Town

Os vinhedos de Spier, uma das vinícolas mais adoradas da Cidade do Cabo

Vinhedos deslumbrantes estão à uma curta distância do centro da Cidade do Cabo. Crédito da foto: Spier

Delta do Okavango

A man stands beside a set table in the shallow water waiting for an approaching boat
Photo credit: Jao Camp

Um dos últimos remanescentes puramente selvagens do mundo, o Delta do Okavango é o icônico refúgio da vida selvagem de Botsuana e o delta interno com incríveis populações de animais selvagens. Uma Zona Úmida de Importância Internacional (sítio RAMSAR), seus ecossistemas únicos alimentam uma grande diversidade de animais e pássaros e é tão intocada e remota que é uma verdadeira maravilha.

Todos os anos, um grande número de animais recua do interior seco para as inundações do Delta. Búfalos, elefantes, zebras e gnus vibrantes migram para essas fontes de água, criando um excelente local para os predadores. Por canoa (mokoro), o Delta se torna um paraíso para assistir aos animais. Na estação seca (entre maio e outubro), quando as águas da enchente baixam e o Delta dobra de tamanho, é quando o verdadeiro espetáculo começa e quando muitos podem se apaixonar pela África.

O Delta do Okavango, repleto de vida selvagem

O Delta do Okavango, repleto de vida selvagem

Zebra contra o pôr do sol

Zebra contra o pôr do sol. Foto cedida por: Mombo Camp

Cataratas Vitória

Cataratas Vitória, outro destino apaixonante do continente africano

“A fumaça que troveja”. Crédito da foto: Michael Le

Uma foto não poderia capturar a grandeza, a escala, a magnitude das Cataratas Vitória. A maior queda d’água do mundo, graças à sua largura e altura, e inacreditável quantidade de água que cai sobre seus penhascos. Seu ruído característico anuncia sua presença de longe, uma das 10 razões pelas quais esta é a maior maravilha natural da África.

Como se tornou uma dessas paradas automáticas em uma viagem pelo sul da África, é comum que as Cataratas Vitória sejam consideradas por muitos apenas mais um destino turístico superestimado. No entanto, uma vez lá, é possível descobrir o motivo de tanta fama. Caso um dia estiver no sul da África, não seja negligente: testemunhe com os próprios olhos um dos destinos mais merecidamente icônicos do continente.

Um pôr do sol sobre uma maravilha natural

Um pôr do sol sobre uma maravilha natural

Um dos oásis de luxo nas Cataratas Vitóri.a

Um dos oásis de luxo nas Cataratas Vitóri.a. Crédito da foto: Royal Chundu

O Namibe & Sossusvlei

Quad Bike pelo Namibe

O Deserto do Namibe, situado entre o Oceano Atlântico e o centro árido do país, é considerado o deserto mais antigo da Terra. Os planaltos secados do lago, as dunas imponentes e a areia vermelha rica em ferro dominam a paisagem. Qualquer um que pense que o deserto é hostil à vida está errado. Aqui, os antílopes órixes vagam pelas dunas, os répteis e insetos prosperam e os chacais sobrevivem em carniça. A região é famosa pelos “Little Five” – lagartixa, camaleão, aranha, lagarto e cobra.

Na parte sul do Namibe, visitantes podem esperar por uma das mais belas oportunidades fotográficas da África. Sossusvlei e Deadvlei são salinas cercadas por enormes dunas de areia vermelha, o que resulta em um espetáculo onírico de matizes e linhas. As cores e sombras das dunas, assim como a terra dos salares – caracterizadas pela presença de árvores mortas em sua extensão – são uma maravilha estética. Se você quer ter a melhor vista, você pode escalar as dunas, que têm até 388 metros de altura, e avistar o pôr do sol perfeito para você se apaixonar pela África.

Órix percorrendo as dunas de Sossusvlei, Namíbia

Órix percorrendo as dunas de Sossusvlei, Namíbia

Sabi Sand

Reserva Sabi Sand é aclamada pelos avistamentos de leopardos

Reserva Sabi Sand é aclamada pelos avistamentos de leopardos. Crédito da foto: Lion Sands Sabi Sand

Um dos mais antigos e mais amados da África do Sul, o Sabi Sand é considerado o berço do turismo sustentável da vida selvagem na África Austral e um dos seus melhores destinos de safári. Uma abundância de espécies vive nesta paisagem de 65.000 hectares que é dividida em concessões de propriedade privada, permitindo uma experiência de safári imersiva e intimista.

Aqui, avistar um leopardo é algo comum. Estas criaturas fascinantes são tão acostumadas a veículos que é possível vê-las frequentemente, até mesmo quando caçam. O Sabi Sand também é um dos melhores lugares da África para ver os “Big 5” em seu habitat natural. De um dos poucos lodges de luxo exclusivos na reserva, os hóspedes podem desfrutar de uma exploração inigualável, completa com serviços personalizados e uma verdadeira reverência à vida selvagem africana.

Uma piscina privada com vista para Sabi Sand no Londolozi Varty Camp

Uma piscina privada com vista para Sabi Sand no Londolozi Varty Camp Crédito da foto: Londolozi

Seychelles

As águas cristalinas das Seychelles

As águas cristalinas das Seychelles. Crédito da foto: Fabrizio Ventrice

Se uma ilha remota é a sua ideia de paraíso, você encontrará poucos lugares como o intocado, isolado e idílico Seychelles. Situado no oeste do Oceano Índico, na costa leste da África, o arquipélago formado por 115 ilhas. Estas ilhas de granito e coral são famosas por praias de areia branca, florestas exuberantes e um caloroso oceano azul, sendo algumas delas as mais antigas ilhas de granito médio-oceânicos da Terra.

Seychelles é verdadeiramente um lugar como nenhum outro. Suas águas deslumbrantes contêm recifes de corais intocados, peixes tropicais e vida marinha diversificada. Também abriga dois Patrimônios Mundiais da UNESCO – o lendário Vallée de Mai em Praslin, cujas palmeiras dão o famoso coco-do-mar, e o atol elevado de Aldabra. O arquipélago é, afinal, um santuário para algumas das espécies mais raras de flora e fauna na terra, com 50% de sua massa terrestre protegida como parques e reservas nacionais. Este paraíso pitoresco e popular destino de lua de mel é o lugar perfeito para se apaixonar pela África e, repetidamente, pelo seu amado ou amada.

Seychellen North Island Lodge - Uma estadia idílica sob palmeiras tropicais

Uma estadia idílica sob palmeiras tropicais. Crédito da foto: North Island Lodge

Águas turquesas até onde os olhos podem ver em Four Seasons Resort Seychelles

Águas turquesas até onde os olhos podem ver. Crédito da foto: Four Seasons Resort Seychelles

Parque Nacional Serengeti

Zebras confabulam debaixo de uma árvore na savana do Serengeti

Zebras confabulam debaixo de uma árvore na savana do Serengeti

Se você está procurando um safári clássico típico das épocas cinematográficas antigas, não há lugar melhor do que o Parque Nacional Serengeti, onde acontece a Grande Migração anual. Um espetáculo selvagem como nenhum outro, milhões de gnus e zebras atravessam essas terras em busca de sustento com predadores, como o leão, não muito atrás. As pradarias do Serengeti são ideais para ver matanças e acampamentos móveis que seguem o curso da migração oferecem avistamentos incríveis!

Derivado da palavra maasai “siringiti”, que significa “planícies sem fim”, este parque repousa sobre platôs elevados entre as terras altas de Ngorongoro e a fronteira entre a Tanzânia e o Quênia, estendendo-se quase até o Lago Vitória. Aqui, uma diversidade de planícies de gramíneas, savanas e vegetação se estende infinitamente, apenas para ser interrompida por acácias, colinas arborizadas e cenários montanhosos. Este região é também o lar dos “Big 5” e de hospedagens exclusivas que proporcionam um incomparável safári longe das multidões.

Uma travessia de rio cheia de ação no Serengeti

Uma travessia de rio cheia de ação no Serengeti

Um rebanho de elefantes atravessa as planícies do Serengeti

Uma manada de elefantes atravessa as planícies do Serengeti. Crédito da foto: Greg du Toit

Apaixone-se pela África intocada! Entre em contato com um dos especialistas em viagens da Rhino Africa hoje e comece a planejar a viagem dos seus sonhos.

Foto do cabeçalho: Harshil Gudka on Unsplash